sábado, 2 de agosto de 2014

Doenças e Síndromes tratáveis com Acupuntura(OMS)


DOENÇAS E SÍNDROMES TRATÁVEIS COM A ACUPUNTURA
A partir de 1970, tiveram início diversos estudos científicos no sentido de comprovar a eficácia da acupuntura. Em 1979, a Organização Mundial de Saúde (OMS) editou uma lista com 41 doenças que apresentaram excelentes resultados com o tratamento de acupuntura. Após vinte e cinco anos de pesquisas em renomadas instituições do mundo, a OMS publicou o documento Acupuncture: Review and analysis of reports on controlled clinical trials, no qual expõe os resultados destas pesquisas. Neste documento foi analisada a eficácia da acupuntura – assim como das técnicas de moxabustão, ventosa, sangria, eletro-acupuntura, laser-acupuntura, magneto-acupuntura, massagem shiatsu / tuina e acupressura (pressão digital nos pontos) – em comparação com o tratamento convencional para 147 doenças, sintomas e condições de saúde.
A seguir apresentamos o resultado de eficácia da acupuntura, devidamente verificado pela medicina científica. Constam as afecções físicas, os distúrbios orgânicos, as desordens mentais e psicossomáticas, as condições específicas dos homens, mulheres e convencional)
A seguir algumas doenças e Síndromes:



Afecções da cabeça
:
Dor de cabeça:shiatsu / tuina:alívio imediato em 48% dos casos
Acupuntura:alívio imediato em 66% dos casos
eletro-acupuntura:alívio imediato em 80% dos casos
diminuição da freqüência em 50% dos casos
alteração significativa no exame de eletromiografia
Dor crânio-mandibular:acupuntura tradicional: eficácia similar ao tratamento convencional (imobilização)
acupuntura intradermica: eficácia em 60% dos casos
Disfunção da ATM:eficácia similar ao tratamento convencional
Espasmo facial:shiatsu / tuina: eficácia em 40% dos casos
acupuntura: eficácia em 70% dos casos


Afecções do sistema endócrino:
Obesidade:supressão do apetite em 95% dos casos
Diabetes mellitus:redução do açúcar do sangue em 20% dos casos

Afecções psíquicas e psicossomáticas:

Depressão:eficácia similar à medicação convencional, mas sem efeitos colaterais
Ansiedade: eficácia superior à medicação convencional
Insônia:o sono foi totalmente normalizado em 98% dos casos
Síndrome do stress competitivo:eficácia em 93% dos casos

Ouvidos:ataque súbito de surdez eficácia em 90% dos casos após 2 semanas
Zumbido eficácia em 23% dos casos (superior à medicação convencional)
Nariz:Sangramento nasal:cura obtida em 85% dos casos
Sinusite e Obstrução nasal:melhora significativa


Afecções masculinas:

Impotência sexual(não orgânica):eficácia em 60% dos casos
Ejaculação precoce:eficácia em 83% dos casos
Inflamação na próstata: alívio dos sintomas e melhora das funções sexuais superior à medicação convencional

Dependência química:

Tabaco:aumento na vontade de não fumar em 13% dos casos
Redução no hábito de fumar em 20% dos casos
Redução no prazer de fumar em 70% dos casos
Desintoxicação de álcool:redução do álcool no sangue
Desintoxicação de tabaco:redução da concentração de nicotina

Fonte:OMS

2 comentários:

  1. Gosto de ver como me atualizo vendo o blog da Laila. e muito esclarecedor. e ajuda a me tornar mais ciente do que devemos fazer quando sentimos dor.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visitinha
    Isto é mérito da Medicina Tradicional Chinesa eu que tento passar,um pouco do conhecimento.

    ResponderExcluir